Compras 4.0 por Marta Cagliari

01/09/2020

O termo Indústria 4.0 foi ouvido pela primeira vez em 2011, durante a Feira de Hanover (Alemanha), para sintetizar o que já era visto como um caminho natural das coisas - as mudanças nos processos industriais através da digitalização.

E só agora se fala depois de 9 anos em Compras 4.0, alias já se falava porém era algo muito distante. Nota-se uma transformação e virada de mesa neste ano de 2020, no qual, a pandemia nos obrigou a sair da caixa, o senário não é mais o mesmo, não dominamos mais o mundo como ter vantagem por decidir a compra em tal fornecedor, agora é o fornecedor que escolhe para quem ele vai fornecer, isso porque os fornecedores estão se adequando a sua realidade os que não fecharam se mantem vivos como podem.

Em um de meus treinamentos de Negociação em compras, quem já participou sabe todas as artimanhas que usamos para fechar a melhor negociação, porém o que sempre falo antes de qualquer coisa é sobre ética e fechar negócios no qual seja bom para ambos os lados. No momento poderá ser satisfatório fechar negócios somente com benefício próprio, porém uma hora a corda arrebenta e você terá que arcar com suas consequências.

Já vi profissionais se vangloriarem de seus ganhos de saving em negociações injustas onde os fornecedores são de sua curva A, e logo mais adiante perderem este fornecedor e levar fama por ser um aproveitador, manchando sua própria imagem e a imagem da empresa onde trabalha, hoje em dia quando se fala em contratar um profissional de compras não é só a experiencia que conta e seus conhecimentos mas sim sua inteligência emocional e seu caráter.

Nunca se falou tanto em parceria como o momento atual, porém de nada adianta falarmos e tentarmos agir desta forma agora, se está sistemática já não vinha sendo aplicada por nos especialistas, agora é o momento onde o fornecedor vai avaliar para quem está a vantagem da venda de seus produtos. Quem não agiu como um parceiro em tempos das vacas gordas agora se verá pequeno diante deste senário, e grandes profissionais serão julgado por seu potencial.

Pergunto agora onde você entra em tudo isso? Vai ser aquele cliente que recebe ou que fica em falta?

Depois desta reflexão o que podemos ver é um avanço quase que obrigado na entrada ao mundo de compras 4.0 na transformação digital.

Vamos observar os senários de cada realidade dentro de compras 1.0, 2.0, 3.0 e 4.0.

Compras 1.0- organiza a casa e redução de preço.

Compras 2.0- Redução de preços e começa se pensar na qualidade dos produtos, processos de entregas e relacionamento com fornecedor;

Compras 3.0- Profissional e empresas mais maduras pensando em integração com seu cliente interno através da cadeia de S&OP- Planejamento de Demanda. Focado em estratégia na visão geral tendo mais envolvimento com o interno e com os fornecedores gerando parcerias, usando o indicador TCO -(Total Cost Ownership) custo total de aquisição, avaliando preço, custo, entrega e atendimento, para melhor atender cliente de sua empresa.

Compras 4.0- Entre todas as alternativas anteriores surge o desenvolvimento dos produtos para melhorar nos processos internos e propiciando geração de maiores vendas. Não se pensa somente na melhor compra mas também na melhor experiencia para o cliente final com a melhora dos produtos e processos. Verificar a categoria que se consegue implementar tecnologia nos produtos e serviços.

E ai onde você se encontra nesta realidade? Que tipo de comprador é ou quer ser?

Deixe seus comentários se concorda ou não e vamos juntos criar conteúdo